[Detecção molecular e aspectos clínicos da infecção por circovírus suíno 3 em suínos do Brasil]

A.C.M. Cruz I.L.F. Rodrigues A.E. Souza F.B. Knackfuss R.L. Silveira T.X. Castro Sobre os autores

RESUMO

O DNA do circovírus suíno 3 (PCV-3) foi detectado em amostras de soro de suínos aparentemente saudáveis, bem como em suínos com diferentes condições clínicas. A detecção molecular do PCV-3 foi observada em amostras de soro de suínos da região Sudeste do Brasil, com uma nested PCR desenhada especificamente para este estudo. A epidemiologia e os aspectos clínicos da infecção por PCV-3 foram avaliados. As amostras foram coletadas de 154 suínos de ambos os sexos, de diferentes fases de produção e com diferentes sinais clínicos. Os animais pertenciam a 31 granjas visitadas entre 2013 e 2018. Neste estudo, o PCV-3 foi detectado em 26,7% das amostras de animais saudáveis e de animais com variados sinais clínicos, de ambos os sexos e de idades variadas. Associação estatística (P=0,0285) foi observada apenas entre animais com sinais respiratórios e PCV-3; nenhum animal positivo para PCV-3 apresentava diarreia. Não foi observada associação estatística entre o PCV-3 e a idade ou o sexo dos suínos. Por se tratar de um vírus recém-descoberto, existem poucas informações sobre sua epidemiologia. Espera-se que os dados deste trabalho possam contribuir para futuros estudos sobre a epidemiologia do PCV-3.

Palavras-chave:
circovírus suíno; amostra de soro; nested PCR; suíno

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br