Abundância sazonal de estrongilídeos de eqüinos (Nematoda: Strongylidae) no Estado do Rio de Janeiro

Estudou-se a ocorrência sazonal de formas larvares e adultas de estrongilídeos nas mucosas do estômago, intestino delgado, ceco, colon ventral, colon dorsal e reto de 30 eqüídeos no Estado do Rio de Janeiro. Os grandes estrongilídeos foram encontrados em todas as mucosas e duas alíquotas de 5% do conteúdo foram retiradas para a procura de pequenos estrongilídeos. Artéria mesentérica, fígado, pâncreas e peritônio foram também examinados para larvas de estrongilídeos. As mucosas foram examinadas pela técnica de transiluminação. Larvas de Strongylus equinus (P<0,10) e adultos de Strongylus vulgaris (P<0,05) foram mais abundantes na estação seca. Larvas escistadas de ciatostomíneos o foram na estação chuvosa (P<0,02).

estrongilídeos; eqüino; abundância; sazonalidade


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br