Ácidos graxos voláteis no rúmen de vacas alimentadas com diferentes teores de concentrado na dieta

Volatile fatty acids in rumen of cows fed different concentrate level diets

S.R. Goularte L.C.V. Ítavo G.T. Santos C.C.B.F. Ítavo L.C.S. Oliveira S.P. Favaro A.M. Dias R.A.A. Torres Junior C.M.M. Bittar Sobre os autores

Avaliou-se o efeito de teores de concentrado na dieta sobre a concentração de ácidos graxos voláteis no líquido ruminal de bovinos. Foram utilizadas quatro vacas mestiças, fistuladas no rúmen, com peso médio de 442,15kg, distribuídas em quadrado latino 4x4, divididos em quatro períodos de 14 dias, sendo 11 de adaptação e três para coleta de dados. Foi utilizada a silagem de milho, como volumoso, e milho, sorgo, farelo de soja, casca de soja, ureia e gordura protegida, como concentrado. As dietas foram formuladas para 13% de proteína bruta (PB), utilizando-se proporções de 30; 40; 50 e 60% de concentrado. Não houve influência do tratamento para concentrações de ácido acético, isobutírico, butírico, isovalérico e valérico. O ácido propiônico e a proporção acetato:propionato apresentaram concentrações máximas em 8,44 e 8,14 horas após a alimentação, respectivamente. Os ácidos graxos totais não foram influenciados pelos tratamentos, com concentração máxima em 7,68 horas após a alimentação, juntamente com valores mínimos de pH entre seis e nove horas. Dietas com até 60% de concentrado na matéria seca total não influenciaram as concentrações de ácidos graxos voláteis do rúmen.

bovino; acetato; butirato; gordura protegida; propionato


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br