Anormalidades ultrassonográficas em bexigas submetidas à cistoplastia utilizando submucosa intestinal suína (SIS)

V.J.V. Rossetto P.M. Souza D.P. Doiche M.J. Mamprim C.R. Padovani C.V.S. Brandão Sobre os autores

RESUMO

Entre os diferentes materiais utilizados para a reparação e o aumento da bexiga, a submucosa intestinal suína (SIS) é o mais amplamente investigado e se destaca por sua habilidade como um arcabouço celular. Nesse contexto, o exame ultrassonográfico possibilita a avaliação pós-operatória, bem como a detecção precoce de potenciais complicações. O objetivo deste artigo é descrever os principais achados ultrassonográficos em cães submetidos à cistoplastia utilizando a SIS acelular e semeada com células musculares lisas homólogas aos 30 (M30) e 60 (M60) dias de pós-operatório. As alterações ultrassonográficas pós-operatórias incluíram irregularidades e espessamento da parede da bexiga, especialmente aos M30. Além disso, foram visualizados sedimento urinário e urólitos em animais submetidos à cistoplastia utilizando a SIS acelular. A ecografia abdominal foi útil na avaliação pós-operatória dos animais submetidos à cistoplastia utilizando a SIS acelular e semeada com células musculares lisas homólogas.

Palavras chave:
cão; ultrassom; reparo tecidual; terapia celular; cistoplastia

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br
Accessibility / Report Error