Despalha da cana-de-açúcar e desempenho de novilhas e vacas leiteiras

Deleafed sugarcane and performance of heifers and dairy cows

Dois experimentos avaliaram a resposta em ganho de peso de novilhas e a produção de leite de vacas à remoção de folhas apicais e laterais da cana-de-açúcar. Em ambos, os animais foram alimentados individualmente em confinamento total. No Experimento 1, 32 novilhas Girolando (295±45kg de peso vivo) foram blocadas em pares e alocadas a um tratamento por 42 dias, após um período de padronização de 14 dias. Os tratamentos foram: cana integral ou despalhada. O peso vivo e o consumo foram mensurados ao longo do tempo. Os teores de ingredientes e nutrientes na matéria seca (MS) das dietas foram 77,1% de cana, 19,2% de farelo de soja, 1% de ureia, 14,1% de proteína bruta (PB) e 38,8% de fibra em detergente neutro (FDN) na cana despalhada, e 78,6%, 17,9%, 0,9%, 13,7% e 45,3% na cana integral, respectivamente. O ganho diário de peso foi 1,395kg na cana despalhada e 1,125kg na integral (P=0,05). Não houve efeito de tratamento sobre o consumo de MS (P=0,78). A despalha aumentou a taxa de ingestão de alimento (P=0,04) e o consumo diário de matéria orgânica não FDN digestível (P=0,03). No Experimento 2, 14 vacas Holandesas (256±124 dias em lactação) foram blocadas em pares e alocadas a uma sequência dos dois tratamentos em delineamento de reversão simples, com períodos de 21 dias e mensuração da resposta na terceira semana. A dieta com cana despalhada teve 18,4% de cana na MS, 37,6% de silagem de milho, 44% de concentrado baseado em milho, polpa cítrica e farelo de soja, 17,3% de PB e 32,9% de FDN, enquanto a dieta com cana integral teve 18,2%, 37,7%, 44,1%, 16,6% e 34,7%, respectivamente. A despalha tendeu a aumentar a digestibilidade da MS (P=0,06) e o consumo diário de matéria orgânica digestível (P=0,10), sem afetar a produção de leite (18,4kg, P=0,65). A despalha da cana aumentou o ganho de peso de novilhas consumindo alta proporção de cana na dieta, mas essa prática não induziu resposta positiva no desempenho de vacas em final de lactação consumindo 18% de cana na dieta.

bovino; consumo; digestibilidade; ganho de peso; mastigação; produção de leite


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br