[Bidens pilosa L. (Asteraceae) cultivada no Brasil na doença hepática aguda em cães]

A.V.C. Amaral L.M.L. Parente E.C. Conceição J.R. Paula L.C. Cunha A.P.A. Costa L.S. Oliveira L.A.T. Benatti M.C.S. Fioravanti Sobre os autores

RESUMO

Bidens pilosa L. é uma planta medicinal utilizada popularmente para tratamento de doenças hepáticas. Neste trabalho, o extrato seco das partes aéreas da Bidens pilosa e a silimarina, um fitocomplexo obtido dos frutos da Silybum marianum e comercializado como hepatoprotetor, foram testados em cães intoxicados experimentalmente de forma aguda com tetracloreto de carbono. A atividade hepática foi avaliada por meio dos perfis hematológico e bioquímico, análises histológica e ultrassonográfica. Observou-se que, nos grupos tratados com o extrato seco da Bidens pilosa, ocorreram as menores atividades séricas da ALT e de concentrações séricas de bilirrubina total, enquanto no grupo tratado com silimarina, ocorreu apenas diminuição de concentrações séricas de bilirrubina total. Melhor recuperação hepática também foi verificada para o extrato seco de B. pilosa na dose de 400mg/kg por ultrassonografia. Este estudo evidenciou que o extrato seco da Bidens pilosa atuou de forma mais eficiente no tratamento da hepatite aguda tóxica induzida em cães do que a silimarina.

Palavras-chave:
tetracloreto de carbono; doença hepática; picão

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br