Efeito da somatotrofina suína sobre o metabolismo, o tamanho testicular e a qualidade espermática de cachaços jovens

V.R. Rabassa J.O. Feijó D. Perazzoli C.M. Pereira A.L.P. Schild T. Lucia Júnior C.D. Corcini E. Schmitt A. Schneider F.A.B.D. Pino I. Bianchi M.N. Corrêa Sobre os autores

RESUMO

O objetivo deste estudo foi determinar o efeito da administração de pST sobre o metabolismo, o tamanho testicular e a qualidade espermática de cachaços jovens. Foram usados leitões com 22 dias de idade, divididos em dois grupos: pST (n=30) e controle (n=30). O grupo pST foi submetido a injeções de pST (90µg/kg de peso vivo) a cada três dias até 330 dias de idade. Peso testicular foi avaliado aos 22, 82, 142, 202 e 365 dias de idade. Libido e qualidade do sêmen fresco foram avaliados entre 150 e 210 dias de idade. Qualidade espermática foi avaliada durante refrigeração (15ºC) por um período de 72 horas. Concentrações sanguíneas de testosterona, albumina e fósforo foram maiores no grupo pST (P<0,05). O grupo pST apresentou maior concentração de IGF-I no plasma seminal (P=0,05) e maior peso testicular, quando comparado ao grupo controle (P<0,001). O grupo pST apresentou maior volume espermático (P<0,001), concentração espermática (P=0,047) e número de doses espermáticas por ejaculado (P=0,047). Durante o período de 72 horas de refrigeração, o grupo pST teve menor número de patologias espermáticas (P<0,001). Assim, conclui-se que a administração de pST aumenta a concentração sanguínea de testosterona, o tamanho testicular e a qualidade espermática de cachaços jovens.

Palavras-chave:
suíno; hormônio do crescimento; pST; testículo; sêmen

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br