Accessibility / Report Error

Eficácia do florfenicol e da fluidoterapia parenteral no tratamento da salmonelose experimental em bezerros neonatos

Avaliou-se a eficácia terapêutica do florfenicol associado ou não à fluidoterapia intravenosa no tratamento de bezerros infectados experimentalmente com Salmonella Dublin. Foram utilizados 24 bezerros sadios da raça Holandesa com 10 a 15 dias de idade, distribuídos aleatoriamente em quatro grupos experimentais, constituídos por seis animais cada: controle (grupo 1); infectado com 10(8)UFC de Salmonella Dublin e não tratado (grupo 2); infectado com 10(8)UFC de Salmonella Dublin e tratado com florfenicol (grupo 3); e infectado com 10(8)UFC de Salmonella Dublin (grupo 4) e tratado com florfenicol associado à fluidoterapia. Todos os animais foram submetidos ao exame físico logo antes da inoculação e a cada 24 horas, durante sete dias após a infecção experimental. Foram colhidas amostras de suabes retais para o isolamento de Salmonella Dublin e amostras de sangue para determinação dos valores de pH e dosagem de eletrólitos sanguíneos. A infecção experimental com Salmonella Dublin induziu sinais clínicos de salmonelose, como diarreia e febre, e provocou redução do valor do pH e das concentrações sanguíneas de sódio, potássio e cloreto. Os bezerros submetidos aos tratamentos mostraram boa recuperação clínica, sendo que o grupo tratado com antibiótico combinado à fluidoterapia apresentou correção mais rápida e eficiente do equilíbrio hidroeletrolítico.

bezerro; Salmonella Dublin; florfenicol; Ringer com lactato de sódio


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br