Estudo da técnica de venografia dos dígitos de vacas

Study of Venography technique in digits of cows

M.G. Loureiro J.R.B. Silva M. Rodrigues L.A. Rafael L.C. Vulcano C.A. Hussni A.L.G. Alves M.J. Watanabe C.A. Rodrigues Sobre os autores

RESUMO

O objetivo deste estudo foi descrever a técnica de venografia retrógrada podal em vacas, comparando os acessos da veia digital dorsal comum III com a digital comum II ou IV, nos membros torácicos e pélvicos, mediante a administração de dois diferentes volumes de contraste. Foram utilizados 53 membros torácicos e pélvicos de 14 vacas, com o torniquete de borracha posicionado a 5cm proximal aosparadígitos. Administraram-se 10mL do diatrizoato de meglumina em 24 membros (grupo 1), sendo 13 na veia digital dorsal comum III pelo acesso 1 (A1) e 11 na digital II ou IV no acesso 2 (A2). No grupo 2, administraram-se 20mL em 29 membros, sendo 15 pelo A1 e 19 pelo A2. Após a administração do contraste, as radiografias foram repetidas a cada 20 segundos até 120 segundos. O grau de preenchimento vascular foi maior no grupo 2, não diferindo entre membros e acessos venosos. Conclui-se que a administração de 20mL de contraste apresentou melhor preenchimento vascular e radiopacidade, não havendo diferença entre 20 e 120 segundos após a administração do contraste na qualidade radiográfica, independentemente do acesso venoso.

Palavras-chave:
contraste; laminite; podologia; raios X; venograma

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br