Influência da técnica de coleta sobre a taxa de recuperação de embriões eqüinos

Effect of embryo collection technique on embryo recovery rate in mares

Foram realizadas 114 coletas de embriões em éguas mestiças das raças Bretã e Campolina, distribuídas ao acaso em dois tratamentos: T1 - fluxo interrompido, método tradicional que utiliza filtro de embrião (n=56) e T2 - fluxo direto, sem interrupção do fluxo e sem utilização do filtro (n=58). O meio utilizado nas lavagens foi o Ringer lactato. Não houve diferenças entre tratamentos em relação à taxa de recuperação de embriões (58,9 e 44,8%), à qualidade dos embriões (3,56 e 3,53), à taxa de recuperação do meio de coleta (98,1% e 98,1%) e à taxa de gestação (52,9 e 81,8%), respectivamente, para T1 e T2. Observaram-se diferenças entre tratamentos quanto ao tempo de duração da coleta (10,3 e 7,4 minutos) e ao intervalo de tempo da coleta à inovulação (39,5 e 65,7 minutos).

Eqüino; embrião; sistema de coleta; taxa de recuperação


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br