Eficácia das lactonas macrocíclicas sistêmicas (ivermectina e moxidectina) na terapia da demodicidose canina generalizada

Efficacy of systemics macrocyclic lactones (ivermectin and moxidectin) for the treatment of generalized canine demodicosis

E.H. Delayte M. Otsuka C.E. Larsson R.C.C. Castro Sobre os autores

Avaliou-se a eficácia de lactonas macrocíclicas (ivermectina e moxidectina) sobre a eventual ocorrência de efeitos colaterais e acompanharam-se, após a alta parasitológica, por 12 meses, os cães tratados, visando detectar a recidiva do quadro dermatopático. Dos 63 animais, 59% eram fêmeas, 76% apresentavam precisa definição racial e 67% tinham pelame curto. A ivermectina (0,6mg/kg/dia) foi administrada por via oral a 31 cães, e a moxidectina (0,5mg/kg/cada 72 horas), pela mesma via, a 32 animais. Os tempos médios para a obtenção da primeira negativação do exame parasitológico do raspado cutâneo e para a consecução da alta foram, respectivamente, de 90 e 130 dias para a ivermectina e de 108 e 147 dias para a moxidectina. A ivermectina acarretou menos (16,1%) efeitos colaterais em relação à moxidectina (37,5%) (P=0,03). As recidivas foram, respectivamente, 10,3% e 13% para ivermectina e moxidectina. Não houve diferença entre os dois protocolos de terapia quanto aos percentuais de recidiva (P=0,67) e eficácia (P=0,61). Ambas as lactonas macrocíclicas mostraram-se eficazes: ivermectina 89,7% e moxidectina 87%.

cão; demodicidose; ivermectina; moxidectina; lactonas macrocíclicas


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br