Composição química e valor nutritivo da soja crua e submetida a diferentes processamentos térmicos para suínos em crescimento

Chemical composition and nutritive value of thermal processed soybean products for growing pigs

Um ensaio de metabolismo foi conduzido para avaliar a digestibilidade de nutrientes e valores energéticos de grãos de soja processados no calor para suínos em crescimento. Foram utilizados 20 suínos machos castrados, mestiços, com peso inicial médio de 37,67± 3,33kg. Adotou-se delineamento inteiramente ao acaso, com cinco tratamentos e quatro repetições. Os alimentos avaliados foram farelo de soja, soja semi-integral extrusada, soja integral expandida e soja integral micronizada, os quais substituíram em 25% a dieta-referência. Os valores de ED e dos coeficientes de digestibilidade aparente da EB, PB, MS e EE para os alimentos testados foram: 3583kcal/kg, 85,2%, 90,8%, 85,7% e 69,3% para o farelo de soja; 4065kcal/kg, 83,6%, 86,1%, 81,9% e 81,5% para a soja semi-integral extrusada; 3803kcak/kg, 75,2%, 73,9%, 74,4% e 80,4% para a soja integral expandida; 5272kcal/kg, 95,3%, 95,2%, 93,2% e 94,3% para a soja integral micronizada. A expansão foi inadequada para a soja integral, que apresentou os piores valores de digestibilidade. Os processamentos de extrusão e micronização das sojas semi-integral e integral, respectivamente, foram eficientes na inativação dos fatores antinutricionais e na melhoria de suas digestibilidades, sendo que a micronização mostrou-se superior aos demais processamentos.

soja; digestibilidade; fator antinutricional; micronização; extrusão; expansão


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br