Concentrações de aminas biogênicas e micotoxinas em silagem embalada de fazendas orgânicas e convencionais

J. Jovaišienė B. Bakutis V. Baliukonienė P. Matusevičius K. Lipiński Z. Antoszkiewicz M. Fijałkowska Sobre os autores

RESUMO

O objetivo do presente estudo foi investigar concentrações de aminas biogênicas micotoxinas em silagem embalada (principalmente gramíneas da família Poaceae) preparada em fazendas orgânicas e convencionais e relacionar esses parâmetros a parâmetros fermentativos. A massa seca média (MS) foi 364,10±93,31 e 424,70±95,93g/kg na silagem de fazendas orgânicas e convencionais, respectivamente. As amostras de silagem de fazendas orgânicas tinham 17% a mais de tyramina (TY) (p≤ 0,05) que as de fazendas convencionais. As amostras de fazendas convencionais foram caracterizadas por histamina (HIS) 46,00% mais alta (P≤ 0,05), 9,80% putrecina (PUT) mais alta (P≤ 0,05), 17,30% de cadaverina (CAD) mais alta (P≤ 0,05). Aflatoxnas (AFL) (total) e zearalenone (ZEN), T-2/HT-2 tinham concentrações mais altas em respectivamente 16,00% (P≤ 0,05) e 13,40% (P≤ 0,05), 1,80% (P≤ 0,05) na silagem preparada em fazendas orgânicas. Deoxinivalenol (DON) tinha concentração mais alta 42,40% (P≤ 0,05) na silagem de fazendas convencionais. Ácidos graxos voláteis (AGV), ácido lático, etanol, pH e nitrogênio de amônia mostraram que as amostras de silagem de fazendas orgânicas e convencionais tinham boa qualidade. Nosso estudo sugere diferenças na formação biogênica de amônia ou micotoxinas em silagem de fazendas orgânicas ou convencionais mas, em geral, os valores medidos foram muito baixos para serem relevantes à saúde animal. Ademais, essas diferenças podem ser devido à diferença na matéria sólida e maturidade da planta entre as amostras de silagem orgânica e convencional.

Palavras chave:
aminas biogênicas; micotoxinas; ácidos graxos voláteis; fazenda orgânica; fazenda convencional

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br