Qualidade espermática do sêmen criopreservado de cães: II - Efeito do protocolo de resfriamento

Spermatozoa quality of cryopreserved canine semen: II- Effect of cooling procedures

Estudou-se o efeito de dois protocolos de resfriamento do sêmen de cães sobre a qualidade espermática in vitro, após sua criopreservação. Utilizaram-se três machos e realizaram-se cinco coletas em cada um deles. Os procedimentos de resfriamento foram realizados em um congelador de células (biocool) e em caixa de isopor. Foram avaliadas a motilidade, o vigor espermático, a integridade da membrana plasmática (teste hiposmótico), a integridade do acrossoma e a longevidade espermática (teste de termo-resistência). A comparação entre os protocolos de resfriamento mostrou que não houve diferença (P>0,05) entre a caixa de isopor e o biocool logo após o resfriamento. Após a descongelação os resultados foram semelhantes entre os protocolos, observando-se diferença (P<0,05) apenas na motilidade espermática e no teste de termo-resistência (TTR), os quais foram superiores na caixa de isopor.

Cão; sêmen; resfriamento; criopreservação


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br