Desempenho e análise morfométrica da mucosa intestinal e da tireoide de frangos de corte alimentados com farelo de canola

P.O. Moraes L. Novelini E.L. Krabbe V.L. Kawski J.K. Nunes C.D. Corcini A.S. Varella E.G. Xavier Sobre os autores

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da substituição do farelo de soja pelo farelo de canola na dieta de frangos de corte sobre o desempenho, a histopatologia hepática, a morfometria da mucosa intestinal e da tiroide. Foram distribuídos 300 pintos com um dia de idade em um delineamento inteiramente causualizado, com níveis crescentes de substituição do farelo de soja pelo farelo de canola (0, 25, 50, 75 e 100%), 6 repetições com 10 aves cada. O ganho de peso diminuiu linearmente (P< 0,05) com níveis crescentes da substituição, em todas as fases. Assim como, a altura das vilosidades no duodeno e jejuno diminuiu linearmente (P< 0,05) em todas as idades avaliadas. O diâmetro do folículo e a altura do epitélio da tireoide aumentaram linearmente conforme aumentou os níveis de farelo de canola (P< 0,05). Da mesma forma, houve um aumento do peso relativo do fígado e do coração, e aparecimento de esteatose hepática nos níveis mais altos de substituição. Em conclusão, a substituição do farelo de soja pelo farelo de canola pode reduzir o desempenho, afetando negativamente a tireoide, o fígado e as características morfométricas no duodeno e jejuno.

Palavras-chave:
aves; glândula tireoidiana; nutrição; proteína

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br