Comparação da qualidade seminal de caprinos das raças Canindé e Alpina Britânica no Nordeste brasileiro

Comparison of the seminal quality of Canindé and British Alpine goats in the Brazilian Northeast

T.S. Câmara A. Sousa Júnior F.P.S. Barçante J.H.L. Silva M.S. Sousa A.A.C. Machado C.C.M. Salgueiro A.R. Montenegro J.F. Nunes Sobre os autores

RESUMO

O estudo objetivou avaliar a qualidade seminal de caprinos das raças Canindé (autóctone) e Alpina Britânica (exótica) no Nordeste brasileiro. O experimento foi realizado nos períodos de julho a setembro dos anos de 2015 e 2016. As coletas seminais foram realizadas com auxílio de vagina artificial, de machos das raças Canindé (n = 4) e Alpina Britânica (n = 7). Após a coleta, o sêmen foi avaliado quanto a: volume (ml), concentração (sptz/ml), motilidade (%) e vigor (1-5). Em seguida, diluído em ACP-101c e criopreservado em máquina TK3000TM. Posteriormente, foram analisados os parâmetros cinéticos, através do software SCA®, e a atividade mitocondrial. No sêmen fresco, as duas raças apresentaram valores de motilidade e concentração dentro do preconizado para a espécie. Entretanto, os valores de volume e circunferência escrotal foram superiores na raça Alpina Britânica (0,73 ml ± 0,32; 27,35 cm ± 2,09) do que na raça Canindé (0,36 ml ± 0,07; 23,25 cm ± 0,95) (p < 0,05). Já no sêmen descongelado, os parâmetros motilidade total - MT (36,96% ± 11,16 vs. 20,50% ± 14,15), motilidade progressiva - MP (26,67% ± 11,13 vs. 11,29% ± 9,42), vigor (2,91 ± 0,90 vs. 1,88 ± 0,67), velocidade curvilinear - VCL (78,12 µm/s ± 12,41 vs. 59,28 µm/s ± 15,57), velocidade linear - VSL (49,23 µm/s ± 9,87 vs. 29,9 µm/s ± 9,48), velocidade média da trajetória - VAP (66,08 µm/s ± 12,77 vs. 45,70 µm/s ± 12,20), linearidade - LIN (62,97% ± 6,96 vs. 49,54%±9,50), retilinearidade - STR (74,63% ± 6,44 vs. 65,77% ± 8,92), e oscilação - WOB (84,32% ± 5,94 vs. 74,42% ± 7,31) foram superiores para a raça Canindé em detrimento à Alpina Britânica (p < 0,05). Portanto, o sêmen fresco das duas raças podem ser utilizados em biotécnicas reprodutivas. Já o sêmen pós-descongelação da raça Canindé apresentou melhor qualidade, provavelmente pelos animais estarem mais adaptados às condições adversas da região Nordeste, sendo recomendado para programas de inseminação artificial.

Palavras-chave:
caprinos; raça autóctone; sêmen; análise computadorizada; atividade mitocondrial

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br