Identificação baseada em PCR de Mycobacterium murphy causando Síndrome do Granuloma Lepróide Canino em Niterói, sudeste do Brasil ˗ Relato de Caso

M.A.A. Pereira V. Nowosh P.N. Suffys G.B. Queiroz K.M.O. Silva M.C.S. Lourenço A.C.P. Vicente A.N.B. Fontes S. Morgado R.C.S.M. Neves Sobre os autores

RESUMO

A síndrome de granuloma leproide canino (SGLC), também conhecida como lepra canina, é uma doença infecciosa cutânea nodular causada por Mycobacterium sp. Apesar de ser relatada mundialmente, ainda é bastante desconhecida e subdiagnosticada. O diagnóstico pode ser conseguido por citopatologia ou histopatologia de lesões cutâneas, mas a identificação do agente infeccioso é complexa, uma vez que o crescimento in vitro bacteriano não é possível, dependendo de técnicas moleculares como a PCR para confirmar o DNA de Mycobacterium na amostra. Relatou-se um caso da SGLC em Niterói, estado do Rio de Janeiro, Brasil, diagnosticado por citopatologia e submetido à identificação molecular do agente. Foi realizada amplificação por PCR do gene hsp65, que revelou 100% de homologia genética com a cepa M. murphy. Este é o primeiro relato da SGLC com identificação molecular no estado do Rio de Janeiro, o que mostra a importância de se acrescentar a SGLC ao diagnóstico diferencial das doenças granulomatosas de pele nessa região.

Palavras-chave:
CLGS; sequência hsp65; isolado Metcalfe; métodos moleculares

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br