Preservação de placentoma bovino para microscopia óptica

Avaliou-se a preservação de placentomas bovinos com as soluções fixadoras paraformaldeído e glutaraldeído a 4% e soluções de Karnovsky, Bouin e Carnoy nos tempos de 4, 12 e 24 horas de fixação, à temperatura ambiente ou a 4ºC, incluídos em resina plástica e parafina. A melhor preservação dos placentomas foi obtida com os fixadores à base de aldeídos, a partir de 12 horas de fixação. Em Bouin, os espécimes foram melhor preservados quando fixados por 4 horas, enquanto que em Carnoy a preservação foi melhor com 24 horas. A inclusão em resina plástica apresentou resultados superiores do que em parafina. A temperatura de fixação, 4ºC ou ambiente, não influenciou na preservação dos espécimes de placentoma para estudos em microscopia óptica.

Bovino; placentoma; microscopia óptica


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br