Qualidade do corpo lúteo e do embrião de ovelhas Santa Inês superovuladas com FSH associado à rbST

Quality of corpus luteum and embryo of Santa Inês ewes superovulated with FSH associated with rbST

I.M. Rocha do Nascimento A. Sousa Júnior M.A. Castelo Branco Y.N.T. Carvalho L.H.C.M. Mota S.B. Ferreira I.O.T Souza F.J. Moraes Júnior T.M. Leal J.A.T. Souza Sobre os autores

Avaliou-se o efeito da somatotropina bovina recombinante (rbST) sobre a qualidade do corpo lúteo e do embrião e sobre a concentração de progesterona (P4), em ovelhas da raça Santa Inês doadoras de embriões. Foram utilizadas 13 doadoras, distribuídas aleatoriamente em dois grupos, G1 (n=7) e G2 (n=6). Em ambos os grupos, as doadoras foram sincronizadas com implante vaginal por 14 dias, receberam 100µg de PGF2α (Ciosin®) no sétimo dia e foram superovuladas, a partir do 12º dia, com 250UI de FSH (Folltopin-V®) em seis doses decrescentes. No dia da retirada do implante, as doadoras do G2 receberam 125mg de rbST (Boostin®) e foram cobertas por macho Santa Inês a cada 12 horas até o final do estro. No sexto dia após a primeira cobrição, foram avaliadas, por laparoscopia, a resposta superovulatória e a quantidade e a qualidade dos corpos lúteos. Após as avaliações, as colheitas embrionárias foram realizadas por laparotomia. A administração da rbST no protocolo de superovulação promoveu aumento significativo (P<0,05) no número de corpos lúteos do tipo I (9,00 x 5,28) e na qualidade embrionária (4,33 x 2,00).

ovelha; embrião; GH


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br