Accessibility / Report Error

Crescimento e enzimas digestivas de jundiás alimentados com dietas contendo resíduos de frutas

RESUMO

Na piscicultura, o uso de ingredientes alternativos vem sendo estudado, de modo que seja possível utilizar fontes alternativas para minimizar custos com a alimentação. Neste estudo, foi avaliada a incorporação de resíduos de uva, laranja, goiaba e figo em rações para jundiá e seus efeitos no crescimento, em enzimas digestivas e na composição corporal. Foram utilizados 180 peixes (peso médio inicial = 22,93±0,75 g), criados em sistema de recirculação. Não houve diferença (P>0,05) nos parâmetros de crescimento, matéria seca, matéria mineral, proteína plasmática, colesterol, triglicerídeos, lipase e tripsina dos peixes. Os níveis de glicose foram maiores nos peixes alimentados com dietas contendo figo, laranja e uva (P<0,05). A atividade de lipase foi maior nos peixes alimentados com resíduo de laranja, comparado com o de goiaba (P<0,05). As dietas contendo goiaba e figo proporcionaram mais proteína corporal nos jundiás. Os jundiás alimentados com dieta contendo resíduo de laranja apresentaram maior teor de lipídeos corporal. Conclui-se que os resíduos de frutas testados podem ser usados na alimentação do jundiá.

Palavras-chave:
subprodutos; nutrição; Rhamdia quelen

Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@gmail.com