Avaliação dietética de amidos pelas respostas glicêmica e insulinêmica em cães

Dietary evaluation of starches through glycemic and insulinemic responses in healthy dogs

G.B. Silveira B.P. Paule E.P. Socorro Sobre os autores

Avaliaram-se, em cães saudáveis, os efeitos da fonte e do tipo de processamento do amido presente no alimento sobre as concentrações de insulina e glicose plasmáticas pós-prandiais. Foram utilizados oito cães da raça Beagle, adultos, alimentados com quatro regimes: amido cru de trigo (ACT), amido gelatinizado de trigo (AGT), amido cru de mandioca (ACM) e amido gelatinizado de mandioca (AGM). As amostras de sangue foram coletadas mediante punção da veia braquial aos 0, 70, 140, 250 e 360 minutos pós-prandiais. O regime não influenciou a glicemia, mas alterou a concentração sangüínea de insulina (P<0,05). Na área total sob a curva insulinêmica, o regime ACT não diferiu do AGM e foi superior aos regimes AGT e ACM, em razão da viscosidade do AGT e da resistência ao ataque enzimático do ACM. Os resultados sugerem que o regime AGT deve ser preferido aos demais por minimizar a resposta insulínica pós-prandial e manter a euglicemia.

cão; amido; glicemia; insulinemia


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br