Manejo pré-abate de ovelhas de descarte: perdas de peso corporal, qualidade da carne e comportamento animal

Pre-slaughter management of discard ewes: body weight losses, meat quality and animal behavio

R.S.B. Pinheiro A.M. Jorge G.C. Miranda-de la Lama H.B.A. Souza Sobre os autores

Objetivou-se com este estudo conhecer o comportamento de ovelhas da raça Santa Inês em diferentes estágios fisiológicos durante o manejo pré-abate, assim como a perda de peso corporal, valores de hematócrito do sangue das mesmas e a qualidade da carne. Utilizaram-se 21 ovelhas de descarte, que foram distribuídas nos respectivos tratamentos: T1 = ovelhas que permaneceram por 60 dias em lactação com seus respectivos cordeiros e abatidas um dia após o desmame dos mesmos; T2 = ovelhas que permaneceram por 60 dias em lactação com seus respectivos cordeiros e mais um período aproximado de 30 dias sem os cordeiros e posteriormente foram abatidas; e T3 = ovelhas que permaneceram por 60 dias em confinamento e que não pariram durante o ano. O peso das ovelhas após o transporte foi menor para as do tratamento 1 em comparação às do tratamento 2. Os valores de hematócrito no sangue das ovelhas antes do transporte, após o mesmo e após o jejum dos animais no curral de espera não diferiram entre si, com valor médio de 58,50%. Concluiu-se que a qualidade da carne proveniente de ovelhas de descarte em diferentes estágios fisiológicos não é alterada pelo manejo pré-abate, quando realizado de maneira correta (evitando o estresse animal), quanto ao pH da carne.

ovinos; estresse animal; pH da carne; transporte rodoviário


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br