Detecção de amostras brasileiras do herpesvirus bovino 1 (BHV-1) pela reação em cadeia pela polimerase

A.L. Cândido A.S. Martins P.B. Barros M. Resende Sobre os autores

A técnica da reação em cadeia pela DNA polimerase (PCR) foi usada para a amplificação rápida de um fragmento de 456bp da região única curta (Us) do genoma do BHV-1. Iniciadores de 18pb do gene da ORF1 foram usados para a amplificação das amostras-padrão e brasileiras. Uma amplificação clássica não foi bem sucedida. A amplificação foi obtida quando se escolheu uma região com baixa concentração de GC no DNA do BHV-1 e através da desnaturação térmica (95° C para 5min) seguida de ciclos térmicos (94° C por 1min e 30seg; 52° C por 1min; 72° C por 1min e 30seg; e ainda por 35 ciclos de 94° C por 1min; 52° C por 1min; 72° C por 1min e 30seg; usando um tempo de extensão final de 72° C por 5min). A clivagem com Pst I confirmou a especificidade do fragmento da ORF 1 do BHV-1. A amplificação do fragmento em todas as amostras testadas sugere que a região é fortemente conservada no genoma do BHV-1. Este PCR poderá detectar rapidamente amostras clínicas, sendo sensível e específico para diagnosticar infecções pelo BHV-1.

Bovino; BHV-1; reação em cadeia pela polimerase; PCR; ORF-1


Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br