Amblyomma calcaratum parasitando tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) em São Paulo

Amblyomma calcaratum parasitizing giant anteater (Myrmecophaga tridactyla) in the State of São Paulo, Brazil

Resumo

Ocurrence of Amblyomma calcaratum parasitizing giant anteater (Myrmecophaga tridactyla) is described in the State of São Paulo, Brazil.

Giant anteater; Myrmecophaga tridactyla; tick; Amblyomma calcaratum; Brazil


Giant anteater; Myrmecophaga tridactyla; tick; Amblyomma calcaratum; Brazil

Tamanduá-bandeira; Myrmeco-phaga tridactyla; carrapato; Amblyomma calca-ratum; São Paulo

COMUNICAÇÃO

Communication

Amblyomma calcaratum parasitando tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) em São Paulo

[Amblyomma calcaratum parasitizing giant anteater (Myrmecophaga tridactyla) in the State of São Paulo, Brazil]

A.A. Cutolo1, M.B. Labruna2, F.B. Tonin3, I.F. Sartor1

1

Distrito de Rubião Júnior, s/no

18618-000 - Botucatu, SP

2Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - USP, São Paulo

3Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - UNESP, Jaboticabal

Recebido para publicação em 25 de outubro de 1999.

E-mail: cutoloandre@yahoo.com

Apoio: CAPES, Programa Especial de Treinamento (PET).

Os carrapatos ixodídeos estão amplamente distribuídos pelo mundo. Diferentes espécies apresentam área de dispersão geográfica específica, correspondente à de seus hospedeiros em potencial e às condições ambientais (Martins & Guglielmone, 1995; Klompen et al., 1996). Segundo Aragão & Fonseca (1961), há 33 espécies do gênero Amblyomma no Brasil, a grande maioria parasitando animais silvestres. Em setembro de 1998, espécimes de carrapatos foram colhidos de um tamanduá-bandeira Myrmecophaga tridactyla, de vida livre, proveniente do município de Botucatu, SP (22o 52’ 20"S; 48o 26’ 37"W; 777m). Foram colhidos 15 carrapatos adultos machos e 10 ninfas. Todos os adultos foram identificados como Amblyomma calcaratum e as ninfas como Amblyomma sp. Registros de A. calcaratum foram feitos em vários países das Américas do Sul e Central (Jones et al., 1972). No Brasil, essa espécie foi relatada dos estados de Santa Catarina (Robinson, 1926), Rio de Janeiro (Aragão, 1936), Minas Gerais (Botelho et al., 1989), Rio Grande do Sul (Martins & Guglielmone, 1995) e Amazonas (Castro et al., 1996). Não há registros científicos de A. calcaratum no Estado de São Paulo, no entanto, Aragão (1936) relatou uma comunicação pessoal do pesquisador Flávio da Fonseca, do Instituto Butantã, sobre a possível ocorrência dessa espécie de carrapato no Estado de São Paulo. Dessa forma, este relato é o primeiro sobre a presença de A. calcaratum no Estado de São Paulo. Sua forma adulta parasita principalmente tamanduás, sendo os estádios de ninfas encontrados em várias espécies de aves silvestres (Jones et al., 1972). As evidências morfológicas observadas foram as seguintes: exemplares machos com tamanho médio (3 a 4mm de comprimento), sulco marginal ausente, base do capítulo com cornuas bem desenvolvidas, coxa I com dois espinhos longos e agudos, coxas II e III com um só espinho pequeno e largo, coxa IV com um espinho agudo tão longo quanto o artículo e hipostômio com três fileiras de dentes de cada lado, conferindo com a descrição publicada por Robinson (1926) e as chaves taxonômicas de Aragão & Fonseca (1961) e Jones et al. (1972). A observação de A. calcaratum em tamanduá-bandeira em São Paulo contribui para o conhecimento da distribuição da fauna dos ixodídeos nesse Estado.

Palavras-chave: Tamanduá-bandeira, Myrmeco-phaga tridactyla, carrapato, Amblyomma calca-ratum, São Paulo

ABSTRACT

Ocurrence of Amblyomma calcaratum parasitizing giant anteater (Myrmecophaga tridactyla) is described in the State of São Paulo, Brazil.

Keywords: Giant anteater, Myrmecophaga tridactyla, tick, Amblyomma calcaratum, Brazil.

  • ARAGĂO, H.B. Ixodidas brasileiros e de alguns países limitrophes. Mem. Inst. Oswaldo Cruz, v.31, p.808, 1936.
  • ARAGĂO, H.B., FONSECA, F. Notas de ixodologia. Mem. Inst. Oswaldo Cruz, v. 59, p.119-129, 1961.
  • BOTELHO, J.R., LINARDI, P.M., ENCARNAÇĂO, C.D. Interrelaçőes entre Acari Ixodidae e hospedeiros Edentata da Serra da Canastra, Minas Gerais, Brasil. Mem. Inst. Oswaldo Cruz, v.84, p.61-64, 1989.
  • CASTRO, G.R., SERRA FREIRE, N.M., DA SERRA FREIRE, N.M. Revision of the tick fauna: I. Anteaters (Tamandua spp.). Entomol. Vector., v.3, p.63-65, 1996.
  • JONES, E.K., CLIFFORD, C.M., KEIRANS, J.E. et al. The ticks of Venezuela (Acarina:Ixodoidea) with a key to the species of Amblyomma in the western hemisphere. Brigham Young Univ. Sci. Bull. Biol. Ser., v.17, 1972. 40p.
  • KLOMPEN, J.S.H., BLACK, W.C.IV, KEIRANS, J.E. et al. Evolution of ticks. Annu. Rev. Entomol, v.41, p.141-161, 1996.
  • MARTINS, J.R., GUGLIELMONE, A.A. Registro de Amblyomma calcaratum parasitando tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla) no Rio Grande do Sul. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., v.47, p.91-92, 1995.
  • ROBINSON, L.E. The genus Amblyomma. In: NUTTALL, G.H.F., WARBURTON, C., ROBINSON, L.E. [ed]. Ticks: a monograph of the Ixodoidea. Part IV. London: Cambridge University Press, 1926. 302p.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    14 Ago 2000
  • Data do Fascículo
    Abr 2000

Histórico

  • Recebido
    25 Out 1999
Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Caixa Postal 567, 30123-970 Belo Horizonte MG - Brazil, Tel.: (55 31) 3409-2041, Tel.: (55 31) 3409-2042 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: abmvz.artigo@abmvz.org.br