Volume médio de plaquetas em pacientes com oclusão da artéria da retina

Muhammed Şahin Alparslan Şahin Harun Yüksel Fatih Mehmet Türkcü Adnan Yıldırım Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

O objetivo deste estudo foi investigar o volume plaquetário médio (MPV) de pacientes com oclusão da artéria da retina (RAO).

Métodos:

Trinta e sete pacientes com diagnóstico de RAO e 32 indivíduos do grupo controle foram incluídos neste estudo retrospectivo. A oclusão da artéria da retina foi diagnosticada com base em exame clínico e angiofluoresceinografia. Todos os participantes foram submetidos ao exame ocular completo. MPV, hematócrito, hemoglobina e contagem de plaquetas dos participantes foram registrados. Os dados dos pacientes com RAO foi comparado com os de sujeitos do grupo controle.

Resultados:

Pacientes com RAO apresentaram valores significativamente mais elevados MPV (7,96 ± 1,2 fL) em comparação aos indivíduos do grupo controle (7,33 ± 0,7 fL) (p<0,001). Nenhuma diferença significativa foi encontrada no número de plaquetas entre os grupos RAO e controle (262 ± 70,1 109/L and 251 ± 56,6 109/L, respectivamente, p=0,50). MPV foi um preditor independente de RAO (odds ratio (OR)=0,50; intervalo de confiança de 95% (IC)=0,28-0,89; p=0,019).

Conclusões:

Os resultados demonstraram que os valores de MPV foram significativamente maiores nos pacientes com RAO, sugerindo que plaquetas maiores podem contribuir na patogênese da RAO.

Descritores:
Volume plaquetário médio; Plaquetas; Oclusão da artéria retiniana; Doenças retinianas; Vasos retinianos

Conselho Brasileiro de Oftalmologia Rua Casa do Ator, 1117 - cj.21, 04546-004 São Paulo SP Brazil, Tel: 55 11 - 3266-4000, Fax: 55 11- 3171-0953 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abo@cbo.com.br