Tumores oculares: fatores de atraso no atendimento oftalmológico* * Trabalho realizado no Serviço de Oftalmologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP)

Ocular tumors: contributing factors to delayed ophthalmological assessment

Christiane Baddini-Caramelli Miriam Rotenberg Amaryllis Avakian André L. Borba da Silva Francisco M. Damico Leda M. Takei Tânia Onclinx Sobre os autores

RESUMO

Introdução:

Os pacientes portadores de tumores oculares podem ter pior prognóstico visual e sistêmico na ocorrência de atraso diagnóstico e terapêutico. Os estudos que avaliaram as causas desse atraso no nosso meioforam retrospectivos e relacionados a doença específica.

Objetivos:

Elucidar a trajetória rumo ao diagnóstico e tratamento empreendida por esses pacientes e descrever as características demográficas e clínicas dos mesmos.

Material e métodos:

Entrevista com pacientes portadores de tumores oculares de diagnóstico recente atendidos em hospital universitário no período de maio/95 a maio/96.

Resultados:

Foram avaliados 37 pacientes. Os tumores malignos encontrados com maior freqüência foram retinoblastoma, carcinoma epidermóide de conjuntiva e melanoma de coróide. A trajetória desde o início do quadro ocular até a terapêutica desenvolveu-se em quatro etapas principais, com problemas diferentes relatados em cada uma delas. As etapas de 1 a 3, relacionadas principalmente à motivação dos pacientes e ao acesso aos serviços de saúde, contribuiram igualmente, cada uma aumentando de um a três meses o tempo de evolução da doença. A etapa 4, de realização dos exames complementares, foi a mais breve, durando menos de 30 dias para a maioria dos pacientes.

Conclusão:

Sugere-se que os programas de saúde ocular levem em conta o padrão das dificuldades existentes na população para poderem atuar de forma eficiente.

Palavras-chave:
Tumores oculares; Epidemiologia; Prevenção

SUMMARY

Background:

Patients presenting with ocular tumors may have worse visual and systemic prognosis if late diagnosis and therapeutics occur. Studies assessing the causes for this delay in our country were retrospective and focused on a specific type of tumor.

Objectives:

To elucidate the trajectory until diagnosis and treatment of a group of patients with ocular tumors, describing their demographic and clinical features.

Material and Methods:

Interview with patients presenting with ocular tumors of recent diagnosis admitted in a university hospital from May 95 to May 96.

Results:

Thirty seven patients were evaluated. The malignant tumors that were most frequently found were retinoblastoma, conjunctival epidermoid carcinoma and choroid melanoma. The trajectory from the beginning of symptoms until therapy developed in four main stages, with different problems in each one of them. Stages 1 to 3, related mostly to the motivation and access to health services, contributed equally, each one increasing from one to three months the duration of the disease. Stage 4, when complementary exams were needed, was the briefest, lasting for less than 30 days for the majority of patients.

Conclusion:

These results indicate that prevention programs should take into account the different limitations that occur in our population in arder to be efficient.

Key Words:
Ocular tumor; Control and Prevention

Texto completo disponível apenas em PDF.

  • *
    Trabalho realizado no Serviço de Oftalmologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  • 1
    SANTOS NETO, E.; AZEKA, E.; ROMANO, S. M. L.; AZEVEDO, M. L.; CUNHA, S. L. - Retinoblastoma: estudo clínico e anátomo-patológico de 90 casos. Rev Bras Oftalmol, 48(2): 102-6, 1989.
  • 2
    DERKINDEREN, D. J.; KOTEN, J. W.; Van ROMUNDE, L. K. J.; NAGELKERKE, N. J. D.; TAN K. E. W. P.; BEEMER, F. A.; Den OTTER, W. - Early diagnosis of bilateral retinoblastoma reduces death and blindness. Int J Cancer, 44: 35-39, 1989.
  • 3
    ERWENNE, C. M.; ANTONELI, C. B. G.; ABUJAMRA, S.; EPELMAN, S.; SILVA, N. S.; RIBEIRO, M. C. M.; BIANCHI, A.; PACHECO, J. C. G. - Retinoblastoma: retrato da nossa realidade; uma proposta de trabalho em prevenção da cegueira. Arq Bras Oftalmol, 48(4): 141-5, 1985.
  • 4
    LIRA, R. P. C.; LEONCIO, M. P.; PINHO, J.; ROCHA, G.; LIRA, P. C. - Retinoblastoma extraocular: estudo de 37 casos. Arq Bras Oftalmol, 58(6): 480-3, 1995.
  • 5
    ABID, F. C.; GRUPENMACHER, F.; HIROKI, E. Y.; IANKLEVICH, P.; GRUPENMACHER, L.; WATANABE, F. - Situação do retinoblastoma nos últimos 17 anos em Curitiba-Paraná. Rev Bras Oftalmol 51(3): 175-8, 1992.
  • 6
    SWANSON, M. W.; CLOUD, G. - A retrospective analysis of primary eye cancer at the University of Alabama at Birminghan 1958-1988. Part 1: eye and orbital cancer. J Am Optom Assoc, 62: 815-19, 1991.
  • 7
    TEMPORINI, E. R.; KARA-JOSÉ, N. - Níveis de prevenção de problemas oftalmológicos: propostas de investigação. Arq Bras Ofttal, 58: 189-92, 1995.
  • 8
    SOMMER, A. - Organizing to prevent third world blindness. Am J Ophthalmol, 107(5): 544-6, 1989.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Dec 1997
Conselho Brasileiro de Oftalmologia Rua Casa do Ator, 1117 - cj.21, 04546-004 São Paulo SP Brazil, Tel: 55 11 - 3266-4000, Fax: 55 11- 3171-0953 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abo@cbo.com.br