Alterações dinâmicas de periostina e colágeno I na esclera durante miopia progressiva em cobaias

Bo Jiang Chun-Sheng Shi Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

Investigar a expressão da periostina e do colágeno I durante o remodelamento escleral em olhos míopes e determinar seu papel na remodelação do colágeno da esclera miópica.

Métodos:

Cinquenta cobaias com uma semana de idade foram divididas em grupo controle e miopia de privação de forma. Os olhos dos animais no grupo de miopia de privação de forma foram cobertos por 2, 4 e 8 semanas, ou foram cobertos por 4 semanas e depois descobertas por 2 semanas. As dioptrias e comprimentos axiais dos olhos em cada grupo de cobaias foram medidos. A imunohistoquímica e a reação em cadeia da polimerase com transcrição reversa foram utilizadas para detectar as expressões relativas de proteína e mRNA de periostina e colágeno I em tecidos esclerais das cobaias.

Resultados:

Antes do mascaramento, as cobaias nos grupos controle e miopia de privação de forma eram hipermetrópicas e não diferiam significativamente (p>0,05). A refração hipermetrópica no grupo controle diminuiu gradualmente. Nas cobaias do grupo de miopia de privação de forma, a potência de refração mudou gradualmente de +2,14 ± 0,33 D para -7,22 ± 0,51 D e o comprimento axial mudou gradualmente de 5,92 ± 0,37 mm para 8,05 ± 0,34 mm desde antes até o final do mascaramento. Antes do mascaramento, nenhuma diferença significativa foi observada nos níveis de expressão de mRNA e proteína de colágeno I e periostina na esclera dos grupos controle e miopia de privação de forma (p>0,05). Os níveis relativos de expressão de colágeno I e proteína periostina e mRNA na esclera de cobaias no grupo de miopia de privação de forma em 2, 4 e 8 semanas, e após cobertura dos olhos por 4 semanas seguido de descoberta por 2 semanas, foram significativamente menores que aqueles no grupo controle (p<0,05). Os níveis de expressão de mRNA, colágeno I e proteína periostina foram positivamente correlacionados com os níveis de expressão de proteína na esclera das cobaias (proteína: r=0,936, p<0,05; mRNA: r=0,909, p<0,05).

Conclusões:

A periostina foi expressa na esclerótica míope de cobaias e as alterações na expressão de periostina e colágeno I foram altamente consistentes. A periostina e o colágeno I podem estar envolvidos na regulação do remodelamento escleral na miopia.

Descritores:
Miopia; Esclera; Cobaias; Periostina; Colágeno tipo I

Conselho Brasileiro de Oftalmologia Rua Casa do Ator, 1117 - cj.21, 04546-004 São Paulo SP Brazil, Tel: 55 11 - 3266-4000, Fax: 55 11- 3171-0953 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abo@cbo.com.br