Prevalência de miopia em portadores de cicatrizes de retinocoroidite toxoplásmica congênita macular bilateral

Prevalence of myopia in bearers congenital toxoplasmic retinochoroiditis scars macular bilateral

Luciana Moribe Silvia Veitzman Sobre os autores

RESUMO

Com o objetivo de analisar a existência de alterações refracionais em portadores de cicatrizes de retinocoroidite toxoplásmica congênita macular bilateral e verificar se há maior prevalência de miopia nessa população, foram avaliados 96 pacientes entre 4 e 14 anos de idade (43 portadores de cicatrizes de retinocoroidite macular e 53 pacientes pertencentes ao grupo controle, sem outras afecções oculares), na Seção de Visão Subnormal e Ambulatório de Oftalmologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, entre 1991 e 1992. Foi considerada a refração estática objetiva, em equivalente-esférico. Miopia foi o erro refracional prevalente nos portadores de cicatrizes de retinocoroidite (81,4%). No grupo controle a ocorrência de miopia foi de 20,7%.

Palavras-chave:
Miopia; Toxoplasmose congênita

Conselho Brasileiro de Oftalmologia Rua Casa do Ator, 1117 - cj.21, 04546-004 São Paulo SP Brazil, Tel: 55 11 - 3266-4000, Fax: 55 11- 3171-0953 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abo@cbo.com.br