Ceratoconjuntivite atópica: resultados a longo prazo do tratamento clínico e da ceratoplastia penetrante

Yusuf Koçluk Zuleyha Yalniz-Akkaya Ayşe Burcu Firdevs Örnek Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

Avaliar os resultados a longo prazo em ceratoconjuntivite atópica (AKC) pacientes que foram tratados clinicamente ou cirurgicamente.

Métodos:

Os prontuários de 16 pacientes (32 olhos) com AKC, que foram acompanhados entre 1996 e 2013 foram avaliados retrospectivamente. As medidas adotadas foram as características demográficas, tempos de seguimento, e resultados biomicroscópicos da visita inicial e da visita mais recente. A acuidade visual corrigida para distância (CDVA), apresentada em unidades decimais, foi avaliada na visita inicial e nas visitas do 1º mês, 6º mês e 1º ano de seguimento.

Resultados:

No grupo tratado clinicamente (25 olhos de 15 pacientes), a mediana do tempo de seguimento foi de 3 anos (variação, 1-9) e a CDVA média foi de 0,01 (0,001-1,0) na visita inicial e 0,01 (0,001-0,8) na visita mais recente (p=0,916). No grupo de ceratoplastia penetrante (PK) (7 olhos de 6 pacientes), a mediana de tempo de seguimento foi de 7 anos (variação, 1-11) e a CDVA média aumentou de 0,01 (0,001-0,01) para 0,2 (0,001-0,7) (p=0,043) no pós-operatório.

Conclusões:

Embora a maioria dos pacientes AKC mantém a CDVA útil com o tratamento clínico, alguns necessitam de PK a fim de obter CDVA útil. Embora as complicações pós-PK ocorrem com freqüência, a CDVA pode melhorar significativamente.

Descritores:
Conjuntivite alérgica/terapia; Conjuntivite alérgica/cirurgia; Ceratoplastia penetrante; Resultado do tratamento

Conselho Brasileiro de Oftalmologia Rua Casa do Ator, 1117 - cj.21, 04546-004 São Paulo SP Brazil, Tel: 55 11 - 3266-4000, Fax: 55 11- 3171-0953 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abo@cbo.com.br