Efeitos de fármacos anti-hipertensivos sobre pancreatite obstrutiva em ratos

OBJETIVO: Investigar o efeito de um inibidor da ECA, lisinopril e bloqueador AT1, losartan, a pancreatite obstrutiva em ratos. MÉTODOS: Pancreatite aguda em ratos (n = 21) foi induzida por um ducto hepático comum foram ligados proximal à sua entrada no pâncreas e da bílis comum - ducto pancreático também foram ligados perto de sua junção com o duodeno, sob anestesia com éter, após o que abdome foram fechadas. Os animais foram divididos em três grupos, sendo dois tratados eo grupo controle. Os animais foram tratados com lisinopril e losartan na dose de 10µg/Kg de peso corporal por dia, IP, em um volume proporcional, por cinco dias, antes e depois do tratamento com. RESULTADOS: A inflamação, deposição de colágeno no pâncreas de animais tratados foram menores, sugerindo que o uso de agentes anti-hipertensivos interferiram positivamente na diminuição da lesão do pâncreas. Este estudo mostrou uma correlação entre a atividade das células pancreáticas estreladas (CSP) menor nos animais tratados quando comparados ao control. CONCLUSÃO: A força das células pancreáticas estreladas está envolvida na produção de colágeno durante a pancreatite aguda e por medicamentos anti-hipertensivos, tais como lisinopril e losartan pode eventualmente ter efeitos benéficos na redução da fibrose do pâncreas em modelos experimentais de pancreatite obstrutiva.

Pancreatite; Receptores de Angiotensina; Anti-Hipertensivos; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br