Comparação das anastomoses esôfago-gástricas término-terminais em plano único e por invaginação de submucosa e mucosa, em ratos

End-to-end esophagogastric anastomosis comparative study, between a single layer and submucosa-mucosa invagination technics: in rats

A cirurgia do esôfago ainda representa um grande desafio técnico-cirúrgico, devido a alta incidência de fístulas e estenoses. A anastomose esôfago-gástrica por telescopagem de um tubo cranial de submucosa e mucosa, desponta como grande esperança na melhoria dos resultados. Comparamos, em ratos, a anastomose extra-mucosa em plano único com telescopagem de tubo de submucosa e mucosa, com a realizada sem o tubo, procurando confirmar a eficácia desta anastomose na proteção da sutura contra a ocorrência de fístulas, e verificar se em um prazo maior de observação, esta técnica não aumentaria a ocorrência de estenoses. Utilizamos 40 ratos Wistar distribuídos em 2 grupos com 20 animais, sendo que, 10 foram observados por 7 dias e 10 por 14 dias. A avaliação dos resultados foi feita através de parâmetros medidos nas duas operações, como a variação ponderal, variação do diâmetro externo do esôfago, e o índice de estenose; além da análise à microscopia ótica. Foi feita análise estatística de todos os resultados. Os animais com a anastomose por invaginação de submucosa e mucosa, tiveram menor incidência de complicações, confirmando a segurança deste tipo de anastomose e suas vantagens em relação à anastomose convencional.

Técnicas de sutura; Esôfago; Cárdia; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br