Efeitos cardiovasculares e hematológicos produzidos pelo tratamento crônico com etoricoxib em ratos normotensos

Nilo César do Vale Baracho Guilherme Pedrosa Guizelli Beatriz Leone Carmello Danielle de Souza Sanches Felipe Moraes Costa Silva José Marcos dos Reis Jarbas de Brito Sobre os autores

OBJETIVO: Avaliar os efeitos cardiovasculares e hematológicos produzidos pelo tratamento crônico com duas doses de etoricoxib em ratos Wistar normotensos. MÉTODOS: Foram utilizados 30 ratos divididos em um grupo controle e dois grupos tratamentos (10mg/kg e 30mg/kg) de etoricoxib por 60 dias. A pressão arterial média (PAM) dos animais foi aferida durante todo o período experimental e, ao final deste, sob anestesia, foram coletadas amostras de sangue, além da retirada da aorta, coração, cérebro, fígado e rins para estudo anatomopatológico. RESULTADOS: O tratamento com etoricoxib (30mg/Kg) produziu aumento significativo da PAM a partir do 28° dia do experimento e das plaquetas quando comparado ao grupo controle e ao grupo tratado com etoricoxib 10 mg/Kg, além de produzir diferença altamente significativa no hematócrito e nas hemácias em relação ao grupo controle. Por outro lado, o tratamento com etoricoxib, não produziu alterações histopatológicas quando comparado ao controle. CONCLUSÃO: Estes dados indicam que o tratamento crônico com etoricoxib produz aumento da PAM, além de importantes alterações hematológicas que parecem estar associadas à hemoconcentração, porém sem produzir alterações anatomopatológicas significativas.

Antiinflamatórios; Hematologia; Agentes do Sistema Cardiovascular; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br