Estudo das alterações do fluxo capilar pancreático após infusão de ceruleína avaliado por laser-Doppler em ratos

OBJETIVO: O fluxo capilar pancreático (FCP) foi estudado para determinar suas alterações durante a pancreatite aguda induzida por ceruleína, em ratos. MÉTODOS: Vinte ratos foram divididos em grupo controle e grupo ceruleína. Um laser-Doppler fluxímetro foi empregado para determinar, continuamente, o FCP durante 120 minutos. A pressão arterial média (PAM) e a freqüência cardíaca (FC) foram determinadas, durante o experimento. Análise bioquímica sérica e estudo histopatológico, por microscopia ótica, do tecido pancreático foram realizados, ao final do experimento. RESULTADOS: O FCP foi em média 109,08 ± 2,17% e 68,24 ± 16,79% nos grupos controle e ceruleína , respectivamente. No grupo ceruleína, houve uma diminuição média de 31,75 ± 16,79%. Os níveis de amilase sérica foram de 1323,70 ± 239,10U.I-1 e 2184,60 ± 700,46U.I-1 nos grupos controle e ceruleína, respectivamente. Houve diferença significante (p<0,05) no FCP e na amilasemia, quando comparado o grupo controle com o grupo ceruleína. Embora micro e macrovacuolização estivessem presentes no grupo ceruleína, não houve diferença histológica entre os grupos. CONCLUSÃO: A diminuição do FCP parece um evento precoce, antecedendo o aparecimento de alterações histopatológicas, por microscopia ótica, que caracterizam este modelo de pancreatite edematosa aguda.

Fluxo sanguíneo; Ceruleína; Pancreatite; Laser-Doppler


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br