Avaliação da zona doadora após lipoaspiração com seringa em coelhos

Victor Araujo Felzemburgh Victor Luiz Correia Nunes José Humberto Oliveira Campos Sobre os autores

OBJETIVO: Avaliar a zona doadora de adipócitos bem como as alterações histopatológicas secundárias a lipoaspiração. MÉTODOS: Todos os animais foram submetidos à lipoaspiração com seringa no lado direito do dorso. Enquanto o lado esquerdo do dorso foi usado como controle, não sofrendo intervenção. Os 10 coelhos foram divididos em dois grupos A e B conforme o dia pós-operatório (DPO) os quais foram submetidos à eutanásia: 90 DPO e 120 DPO. Todo tecido adiposo da zona doadora foi analisado e comparados com o controle macroscopicamente e à microscopia óptica. Os tecidos foram pesados e foram analisadas as variações histológicas em busca de uma resposta inflamatória tardia ao trauma como fibrose, inflamação, necrose gordurosa e infiltrado macrofágico. RESULTADOS: Foi observada grande variação de volume de tecido adiposo entre o experimento e o controle do dorso a macroscópica e a presença de alteração histopatológica em duas amostras aos 90 dias. CONCLUSÕES: Houve relação entre a presença de fibrose com o peso e numero de dias pós-operatório na lipoaspiração de coelhos. O estudo mostrou diferença entre os lados experimento e controle em todos os coelhos.

Tecido Adiposo; Lipectomia; Dorso; Coelhos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br