Fatores de risco em carcinomas de células transicionais da bexiga: risk factors

Transitional cell carcinoma of the bladder

OBJETIVO: Investigar alguns dados epidemiológicos do câncer vesical bem como fatores de risco. MÉTODOS: Foram selecionados 125 pacientes atendidos no período 1980-2002, com idade média de 63,6±11,3 anos, sendo 97 (77,6%) homens e 28 (22,4%) mulheres. As proporções de tumores G1, G2 e G3 foram: 48%, 35,2% e 16,8%. As proporções dos estádios da lesão primária foram: pTa-1 - 85 ( 68%) e pT2-4 - 40 ( 32%). Entre os pacientes com tumores superficiais houve recidiva em 41 (48,2%). RESULTADOS: O grau da lesão primária mostrou relação com o estádio T (p<0,0001) e sobrevida (p<0,0001), mas não com a taxa de recidiva vesical dos tumores superficiais (p=0,72). O estádio T também mostrou forte correlação com a sobrevida (p<0,0001). CONCLUSÕES: O CCT é mais comum em homens que mulheres e acomete pacientes com idade média de 63,9 anos. O grau e o estádio T mostram forte correlação com a progressão da doença e a sobrevida.

Carcinoma de células transicionais da bexiga; fatores de risco; sobrevida


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br