Alça intestinal invertida como substituto do ureter: estudo experimental em cães

Ureter replacement by inverted ileal seromuscular tube or patch

OBJETIVO: Pesquisar a viabilidade da alça ileal invertida como substituto ureteral. MÉTODOS: Quarenta cães foram divididos em 5 grandes grupos de 8 animais, cada um subdividido em 2 subgrupos de acordo com a data do sacrifício (I - sacrifício em 12-15 dias de pós-operatório, e II - 60 dias de pós-operatório). Nos grupos A e B fez-se a substituição ureteral parcial com selo de íleo invertido, após abertura lateral do ureter direito com 2 (Grupo A) ou 4 cm (Grupo B) de extensão. Nos demais grupos fez-se a substituição do segmento completo do ureter usando-se um tubo de íleo invertido de comprimento equivalente ao segmento do ureter ressecado com 2cm (Grupo C) e 6cm (Grupos D e E) de extensão. A mucosa ileal foi removida por raspagem ou diérese. A permeabilidade ureteral foi testada por urografia excretora e por exploração anatômica com cateter após o sacrifício. As peças foram estudas histologicamente após preparação e coloração com hematoxilina-eosina. RESULTADOS: O número de animais com urografia normal após o seguimento foi: A-2, B-2, C-3, D-2 e E- 2. A histologia revelou que a serosa ileal se reveste com urotélio, não como decorrência de metaplasia, mas do crescimento a partir da borda da mucosa ureteral. CONCLUSÃO: Conclui-se que o íleo invertido não é um bom substituto ureteral.

Substituto ureteral; tubo ileal seromuscular; lesão de ureter


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br