Modelo experimental na avaliação qualitativa e quantitativa da microflora gástrica não-Helicobacter sob ação de inibidores de bomba de próton

OBJETIVO: Avaliar modelos de coleta de material gástrico de ratos da linhagem Wistar, com e sem o uso de inibidores de bomba de próton (IBPs). MÉTODOS: 24 ratos foram submetidos a tratamento com omeprazol intraperitoneal e 12 outros ratos receberam tratamento semelhante com solução salina a 0,9%. Os animais foram submetidos a coleta de amostras de material gástrico, após retirada do estômago, utilizando-se de biópsias, aspirados ou swabs. Os materiais obtidos foram processados bacteriologicamente para identificação de espécimes quanto ao gênero. Os valores são descritos em logaritmo natural das unidades formadoras de colônias por mL [Ln(UFC/mL)]. Utilizou-se os testes não-paramétricos de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney, considerando-se p<0,05 como estatisticamente significativo. RESULTADOS: Não se observou diferença significativa da quantidade de Ln(UFC/mL) entre os três métodos de coleta, independente do uso de omeprazol. Também não se observou diferença significativa de Ln(UFC/mL) ao comparar-se os métodos individualmente entre si nas condições de uso de omeprazol ou placebo. Houve aumento significativo da variedade de gêneros de bactérias com o uso de IBP, nos 3 métodos de coleta, sendo isto mais perceptível na biópsia e swab. CONCLUSÃO: Não houve diferença entre os três métodos de coleta de amostras bacterianas de estômago de ratos, tanto em uso de placebo quanto em uso de omeprazol. Nota-se uma mudança evidente da microflora bacteriana nos animais em uso de IBPs, sendo melhor identificado pelos métodos de swab e biópsia.

Bomba de Próton; Modelos Animais; Ratos Wistar


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br