Uso da histopatologia no diagnóstico diferencial de afogamento em água doce e água salgada: estabelecimento de modelo experimental em ratos

OBJETIVO: Desenvolver um método de diagnóstico diferencial de afogamento, pela análise quantitativa dos macrófagos alveolares, em ratos submetidos à afogamento induzido em água doce e água salgada. MÉTODOS: Foram utilizados 15 ratos adultos, machos Wistar EPM-1, pesando 360g (DP=21,3), randomizados em três grupos: G1 - controle; G2 - Água doce; G3 - Água salgada, cada um com n=5. Os animais foram anestesiados e traqueostomizados para inserção de uma cânula endotraqueal, para indução do afogamento. Os pulmões foram removidos, pesados, preparados para histologia e corados por imunohistoquímica. Os macrófagos foram contados em ambos os pulmões (direito e esquerdo) de cada animal. O teste estatístico utilizado foi o ANOVA (SPSS.10) com p<0,05. RESULTADOS: A quantidade de macrófagos foi G3>G2>G1 com p=0,0001, entretanto, G3 e G2 não possuem diferença estatística no peso dos pulmões. CONCLUSÃO: O método diagnóstico desenvolvido foi eficiente em ratos. Os resultados, se expandidos, serão capazes de auxiliar a Patologia Forense por uma técnica de baixo custo e alta confiabilidade.

Afogamento; Macrófagos Alveolares; Diagnóstico Diferencial; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br