Análise histológica e do fluxo sanguíneo em rins submetidos a períodos distintos de isquemia/reperfusão

Fernando Meyer Denise Sbrissia e Silva Giovana Marina Bombonatto Juliana Navarro Lizana Luiz Felipe Dziedricki Michele Lonardoni Krieger Sobre os autores

OBJETIVO: Avaliar o fluxo sanguíneo renal, por meio do fluxômetro a laser Laserflow Vasamedics®, após a realização de isquemia/reperfusão em dois tempos diferentes de clampeamento da artéria renal. MÉTODOS: O fluxo sanguíneo renal foi avaliado por meio do fluxômetro a laser, após a realização de isquemia/reperfusão em dois tempos diferentes, 30 e 60 minutos. Foram utilizados 20 ratos Wistar machos, que foram subdivididos em dois grupos de 10 ratos. Grupo A: isquemia do rim esquerdo por 30 minutos e posterior análise do fluxo sangüíneo nos períodos de 1, 5 e 20 minutos após o início da reperfusão renal. Grupo B: isquemia do rim esquerdo por 60 minutos e posterior análise do fluxo sangüíneo renal nos períodos de 1, 5 e 20 minutos após o início da reperfusão renal. RESULTADOS: No 1º minuto, não houve diferença significativa entre os grupos (p=0,789). No 5º minuto, não houve diferença significativa entre os grupos (p=0,068), mas houve uma tendência. No 20º minuto, houve uma diferença significativa entre os grupos (p=0,022). Observando as médias, percebe-se que o grupo A tem fluxo maior do que o grupo B. CONCLUSÃO: Os rins submetidos a 30 minutos de isquemia/reperfusão estão sujeitos a restituição maior do fluxo sanguíneo em comparação aos que sofrem isquemia por um tempo superior, conforme descrito na literatura mundial.

Isquemia; Reperfusão; Rim; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br