Cadáver como modelo experimental para estudo da hérnia incisional mediana

OBJETIVO: Este estudo descreve o cadáver como modelo experimental para comparar diferentes técnicas para correção da hérnia incisional mediana usando como parâmetro a tensão músculo-aponeurotica. MÉTODOS: Vinte e quatro cadáveres adultos masculinos foram usados para caracterizar este modelo. A força de tensão aplicada na lamina anterior do músculo reto do abdome foi medida após ressecção da linha alba criando um defeito abdominal. Um dinamômetro foi utilizado para medir a força de tensão necessária para ocasionar o deslocamento de 10-mm do tecido até a linha mediana. Um índice para comparar as forças de tensão em diferentes pontos foi calculado dividindo a força de tensão pela distancia entre o ponto de aplicação da força na aponeurose e a linha mediana. RESULTADOS: O cadáver é um bom modelo para estudo da hérnia incisional mediana. CONCLUSÃO: O cadáver pode ser utilizado efetivamente como um modelo para avaliação da tensão da parede abdominal quando o avanço de tecidos e retalhos músculo-aponeuroticos são utilizados no reparo de uma hérnia incisional mediana.

Hérnia Ventral; Músculos Abdominais; Resistência à Tração; Reto do Abdome; Cadaver


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br