Cimento Portland com aditivos na reparação de perfurações radiculares em cães

José Dias da Silva Neto Taylor Brandão Schnaider Alfredo Gragnani Anderson Paulo de Paiva Neil Ferreira Novo Lydia Masako Ferreira Sobre os autores

OBJETIVO: Avaliar o uso de cimentos Portland aditivados na reparação de perfurações radiculares e a biocompatibilidade destes materiais. MÉTODOS: Oitenta pré-molares, quatro da arcada dentária superior e quatro da arcada inferior de 10 cães machos, sem raça definida, com idade em torno de um a um ano e meio, pesando entre 10 e 15 kg foram submetidos a tratamento endodôntico, sendo realizadas perfurações nas furcas com broca de diamante 1016 HL. A cavidade envolveu dentina e cemento, como também periodonto e o osso alveolar. Na porção óssea da obturação, barreira de sulfato de cálcio foi utilizada evitando extravasamento do cimento para o espaço periodontal. Foi realizada a distribuição randomizada dos cimentos MTA (controle), Portland tipo II, Portland tipo V e Portland branco estrutural nas obturações. Os dentes foram restaurados com resina composta. Após 120 dias realizou-se eutanásia, retirada dos dentes, preparação e análise histológica. RESULTADOS: Entre os cimentos não houve diferença estatística significante quanto à neoformação óssea (p=0,879). CONCLUSÃO: Ocorreu biomineralização com os diferentes cimentos usados no estudo, sugerindo que estes são similares em termos de biocompatibilidade.

Materiais Biocompatíveis; Sulfato de Cálcio; Cimentos Dentários; Defeitos da Furca; Cães


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br