Aspectos morfológicos da bulla tympanica de gatos após osteotomia ventral

Adelina Maria da Silva Wilson Machado de Souza Roberto Gameiro de Carvalho Gisele Fabrino Machado Silvia Helena Venturoli Perri Sobre os autores

OBJETIVO: Avaliar a morfologia da bulla tympanica de gatos após osteotomia ventral unilateral. MÉTODOS: Foram utilizados 20 gatos distribuídos em dois grupos de 10 animais cada, de acordo com o período de observação: A1 (8 semanas) e A2 (16 semanas). RESULTADOS: Nenhum animal apresentou síndrome de Horner ou lesão do ouvido interno. Nas radiografias em projeção com a boca aberta realizadas no pós-operatório imediato observou-se a interrupção do compartimento maior da bulla tympanica operada, resultado significante no grupo A2 (McNemar, p=0,0156*). Os exames macroscópicos revelaram que a bulla tympanica operada apresentava conformação semelhante a da bulla tympanica normal, com preservação da cavidade timpânica. Na maioria das bullae tympanicae operadas observou-se a presença de tecido conjuntivo na área de osteotomia. O resultado do teste de McNemar foi significante em ambos os grupos (A1, p=0,0020*; A2, p=0,0078*). Os exames histomorfométricos demonstraram que a extensão de tecido conjuntivo presente no local da osteotomia do compartimento maior era menor nas bullae tympanicae operadas do grupo A2 (Mann-Whitney, p=0,0021*). CONCLUSÕES: A osteotomia ventral não alterou de maneira significativa a conformação da bulla tympanica. A regeneração total da bulla tympanica geralmente não ocorreu antes de 16 semanas de pós-operatório.

Orelha Média; Otite Média; Gatos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br