Ocorrem lesões do sistema nervoso entérico após isquemia/reperfusão intestinal?

OBJETIVO: Avaliar lesões teciduais, especialmente aquelas da inervação intestinal em alça jejunal excluída submetida à isquemia e reperfusão em ratos. MÉTODOS: Para avaliar o papel da isquemia e reperfusão nas lesões em uma alça intestinal exclusa, quatro grupos de 20 ratos foram criados: Grupo controle (GCE17) e 3 Grupos experimentais (GIRE!7, GIREI14) e GIREI28) Todos foram submetidos à exclusão de um segmento intestinal de seis centímetros de extensão, a 10 centímetros do ângulo de Treitz . Os 60 animais dos 3 grupos experimentais foram também submetidos a isquemia do pedículo vascular por 30 minutos.O grupo controle e o grupo experimental GIREI7 foram avaliados no 7º. Dia após a operação. Os grupos GIREI14 e GIREI28 também submetidos à isquemia, foram utilizados para avaliar a evolução da lesão com o passar do tempo, no 14º. e 28º. dias respectivamente. Do segmento intestinal excluído do trânsito, foi retirada uma amostra de 0,5 cm em cada extremidade, proximal e distal, as quais foram fixadas em solução de formol 10% para posterior avaliação histológica, com HE e imuno histoquímica pela proteína PS-100 para avaliação do sistema nervoso entérico. A luz distal da alça isolada foi estomizada e a proximal fechada com pontos de prolene 6-0. Esses dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Observamos uma diminuição do número de células ganglionares no plexo mioentérico do grupo submetido à isquemia e reperfusão (GIREI7) em relação ao grupo controle (GCEI7). Mann-Whitney: p=0,0173*. Comparando a variação percentual das células ganglionares do plexo mioentérico no 7º, 14º e 28º dia após procedimento nos grupos GIREI7, GIREI14 E GIREI28 observamos que não houve alterações significantes. Kruskal-Wallis p=0,6501. CONCLUSÃO: Houve uma diminuição das células ganglionares nos plexos mioentéricos devido à isquemia e reperfusão, não havendo recuperação no período pós-operatório tardio.

Intestino delgado; Isquemia; Reperfusão; Sistema nervoso entérico


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br