Avaliação anatômica e funcional da timpanoplastia com a utilização de implante transitório de biomembrana natural de látex proveniente da seringueira Hevea brasiliensis

OBJETIVO: Investigar os efeitos da biomembrana de látex e silicone no fechamento de perfurações timpânicas. METODOS: Foram estudados 107 pacientes com otite média cronica simples submetidos à cirurgia de timpanoplastia. Os pacientes foram classificados aleatoriamente, por sorteio, em três grupos. Até o final da cirurgia, os cirurgiões não tomavam conhecimento se seria ou não utilizado qualquer material externamente ao enxerto de fáscia temporal. Neste momento, o paciente que fora previamente classificado por uma ordem aleatória de entrada como participante do estudo foi identificado como participante do grupo 1, 2 ou 3, sendo, respectivamente, ausência de implante transitório no primeiro, membrana de látex no segundo e membrana de sylastic® no terceiro grupo. RESULTADOS: Houve uma maior vascularização do enxerto no grupo em que foi utilizado implante transitório de membrana de látex (p<0,05). Obteve-se boa biocompatibilidade com uso de implantes de látex e silicone sem afetar as taxas de ocorrência de infecção, otorreia ou otorragia. A porcentagem de cicatrização da membrana timpânica foi equivalente nos três grupos, assim como a melhora auditiva (p<0,01). CONCLUSÃO: O uso do implante transitório de látex provocou um maior processo de vascularização do enxerto, com interação satisfatória com os tecidos da membrana timpânica humana.

Membrana Timpânica; Timpanoplastia; Cicatrização; Látex


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br