Distress psicológico em pacientes na lista de espera para transplante de fígado

Patrícia Duarte Martins Ajith Kumar Sankarankutty Orlando de Castro e Silva Ricardo Gorayeb Sobre os autores

OBJETIVO: Avaliar o nível de depressão de doentes que aguardam em fila para transplante de fígado. MÉTODOS: Sessenta e quatro pacientes adultos, com indicação para transplante de fígado, foram submetidos à avaliação psicológica, incluindo depressão, através do Beck Depression Inventory, após a inclusão em lista de espera. RESULTADOS: Vinte e dois por cento dos pacientes apresentaram depressão moderada/grave. O perfil deste grupo foi caracterizado como sexo masculino, com idade média de 47 anos, presença de alcoolismo e Meld (Model for End-Liver Disease) de 14,5. Constatou-se que pacientes há mais tempo em lista apresentaram menor gravidade da doença hepática segundo a classificação de Child-Pugh. CONCLUSÃO: Ressalta-se a importância de avaliar o estado emocional de pacientes em fila de espera para transplante de fígado e da atuação interdisciplinar para melhoria da qualidade de vida dos pacientes, inclusive no pós-transplante.

Transplante de Fígado; Psicologia; Depressão; Entrevista Psicológica


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br