Uso de mananoligossacarídeos fosforilados como adjuvante no tratamento de doenças gastrointestinais e seu efeito na inativação da E. coli em cães

OBJETIVO: Avaliar os efeitos da adição de mananoligossacarídeos fosforilados (MOS) que apresentavam gastroenterite , pacientes de uma Clínica Veterinária. MÉTODOS: foram estudados 16 cães de 2 a 6 meses de idade, de várias raças. Os animais foram distribuídos em 2 grupos, sendo o grupo T1 composto por animais com gastroenterite, que receberam o tratamento para a doença e Mos (2,0 g/animal) e o grupo T2, animais com gastroenterite, que somente receberam o tratamento para a doença sem o MOS. Os animais foram incluídos aleatoriamente na amostra e todos eles foram submetidos à coleta de sangue e de fezes para coprocultura.O tratamento para a gastroenterite constituiu-se de antibiótico,antiemético,vermífugo,vitaminas e soroterapia. No experimento, foram avaliados os leucócitos, neutrófilos, linfócitos e a presença de bactérias enteropatogênicas nas fezes. RESULTADOS: Constatou-se a efetividade do Mos no grupo tratado, quando houve a eliminação da Escherichia coli patogênica em 85,71% dos animais,enquanto que, no grupo sem o Mos, só 25%, não apresentaram o microorganismo. CONCLUSÃO: O Mos é efetivo no controle da E. coli patogênica, sendo indicado como tratamento adjuvante nas gastroenterites.

Gastroenterite; Escherichia coli; Probióticos; Doenças do Cão


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br