Protocolos para obtenção e isolamento de células tronco mesenquimais de duas fontes em ovinos

OBJETIVO: Testar diferentes protocolos para o isolamento de células tronco a partir de sangue de cordão umbilical e tecido adiposo de ovinos. MÉTODOS: Foram utilizadas cinco amostras de sangue de cordão umbilical e cinco amostras de tecido adiposo perirrenal de 10 fêmeas de ovelha. A coleta das amostras foi realizada através de procedimento cirúrgico para coleta do material de forma mais asséptica possível. Foram realizados três protocolos de isolamento e cultivo das células-tronco do cordão umbilical e quatro protocolos para o isolamento e cultivo das células-tronco de gordura de ovinos RESULTADOS: Somente um dos protocolos utilizados para o isolamento das células-tronco de cordão umbilical foi efetivo. Dos quatro protocolos utilizados para isolamento das células-tronco de gordura, da mesma forma, apenas um obteve sucesso. Foi realizado o ensaio de unidades formadoras de colônias destas células, sendo contadas 58 colônias ao final de sete dias. Na citometria de fluxo essas células mostraram-se positivas para CD44 e negativas para CD38, CD45, CD41/61. Estas células apresentaram curva de crescimento com fases de LOG, LAG e PLATEAU bem definidas, características das curvas de crescimento das células-tronco de origem mesenquimal. CONCLUSÕES: O isolamento e cultivo das células-tronco mesenquimais do cordão umbilical de ovinos é de difícil realização, exigindo maiores ensaios e estudos profundos. Células tronco do tecido adiposo de ovelhas demonstraram características mesenquimais, de acordo com a curva de crescimento, habilidade de formação de colônias, células com morfologia fibroblastóide e reação positiva ao anticorpo CD44.

Células-Tronco; Cordão Umbilical; Tecido Adiposo; Ovinos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br