Avaliação de membranas à base de óleo de polímero de mamona em culturas de células de medula óssea de ratos

OBJETIVO: Avaliar três formas de cultivo de células-tronco mesenquimais de ratos; e analisar o potencial do polímero de mamona na forma de membrana como arcabouço para CTMs. MÉTODOS: Foram utilizados quatro ratos machos Wistar, de 20 a 30 dias de idade. Aspirados da medula óssea do fêmur e da tíbia foram colhidos com DMEM alta glicose e heparina. As células foram isoladas de três formas diferentes: cultivo direto e com dois tipos de gradientes de densidade. Após 15 dias, foi feita a 1ª passagem e analisada a viabilidade celular com os marcadores Hoerscht 33342 e Iodeto de Propídio. As CTMs foram então caracterizadas por marcadores de superfície, com o auxílio de citômetro de fluxo. Após, três tipos de membrana à base de óleo de polímero de mamona associadas com as CTMS foram mantidas em cultivo por cinco dias, e analisados por microscópio ótico para confirmar o crescimento e a adesão celular. RESULTADOS: Após 15 dias, Os procedimentos que utilizaram gradientes de densidade permitiram o isolamento das CTMs e favoreceram o crescimento celular com a passagem, sendo obtido 70% de confluência após 15 dias em cultura. O procedimento direto não se mostrou eficaz para o isolamento das células. O crescimento das CTMs foi aproximadamente 80% sobre a membrana tipo 3, 20% na tipo 2 e 10% na membrana tipo 1. CONCLUSÃO: Os dois gradientes de concentração Ficoll-Hypaque permitem isolar CTMs de ratos; e especialmente a membrana de polímero de mamona tipo 3 pode ser usada como um bom arcabouço para as CTMs.

Células-Tronco Mesenquimais; Óleo de Rícino; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br