Esofagostomia cervical com cateter de demora para o estudo da fisiologia gástrica em cães

OBJETIVO: Descrição da técnica de esofagostomia cervical em cães com cateter de demora, para coleta de secreções e estudo de esvaziamento gástrico. MÉTODOS: A esofagostomia foi realizada em 14 animais, e os catéteres foram introduzidos até o estômago e mantidos pérveos durante oito semanas. A técnica consistiu de abertura na região lateral esquerda do pescoço para introdução do catéter, com auxilio de uma pinça tipo Mixter e a sua posterior tunelização no subcutâneo, com exteriorização na face posterior do dorso. RESULTADOS: A permeabilidade total e a utlização do catéter foi possível em 13 animais (92,8%), sendo que em um animal a obstrução foi devido acúmulo de pelos no seu interior e o cateter foi substituído. Em 3 animais (21,4%) houve a formação de pequeno abscesso na região cervical inferior, no local da primeira incisão, os quais drenaram espontaneamente. Não ocorreu nenhum acidente e o sangramento foi mínimo. Não houve mortalidade. CONCLUSÃO: A técnica descrita pode ser utilizada tanto em pesquisas semelhantes, como para alimentação de animais em experimentos do trato digestivo alto ou mesmo após operações de ressecção do esôfago e em grandes cirurgias no pescoço.

Esofagostomia; Fisiologia digestória; Cães


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br