Estudo comparativo da hiperoxigenação hiperbárica em alças cólicas isquêmicas em ratos

OBJETIVO: Analisar e avaliar os efeitos da hiperoxigenação hiperbárica na resistência mecânica do cólon isquêmico de ratos. MÉTODOS: Foram utilizados 80 ratos distribuídos em quatro grupos de 20 animais. No grupo 1, grupo controle, não se provocou isquemia. O grupo 2 foi submetido ao grau menor de isquemia. O grupo 3 foi submetido ao grau intermediário de isquemia. No grupo 4, provocou-se grau maior de isquemia intestinal. Cada grupo foi dividido em dois subgrupos de dez animais cada: com câmara hiperbárica (CC) e sem câmara hiperbárica (SC). Os animais dos quatro subgrupos CC foram colocados em uma câmara hiperbárica experimental para inalarem oxigênio a 100%, a duas atmosferas absolutas, durante 120 minutos, por quatro dias consecutivos. Os animais dos quatro subgrupos SC foram mantidos somente em ar ambiente. Todos animais foram submetidos ao estudo mecânico da alça intestinal pelo teste de pressão de ruptura pela distensão por líquido. A eutanásia ocorreu no quinto dia pós-operatório. RESULTADOS: Os quatro grupos são diferentes entre si considerando o fator isquemia (p= 0,0001). Não houve diferença estatística entre os subgrupos CC e SC (p= 0,3461). CONCLUSÃO: A oxigenoterapia hiperbárica não apresentou melhora sobre a isquemia induzida em alça cólica íntegra de ratos.

Isquemia; Cólon; Oxigenação hiperbárica; Ratos


Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Al. Rio Claro, 179/141, 01332-010 São Paulo SP Brazil, Tel./Fax: +55 11 3287-8814 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sgolden@terra.com.br